Menu

Eventos

03/09/2020

Tem Que Aparecer

Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer Tem Que Aparecer

É cultural nosso. A gente “tem medo que pareça que a gente quer aparecer”. É ou não é? A preocupação com a discrição não deixa de ser nobre e um sinal de classe. É um aspecto bonito dos nossos hábitos aqui da Serra Gaúcha. Mas, como tudo na vida, é preciso ter equilíbrio. O que se percebe é que, muitas vezes, a gente “aparece de menos”. O que eu quero dizer com isso? Que deixamos aquele espaço do “aparecimento” vago, ou, pior, ocupado por pessoas que, muitas vezes, não tem metade da nossa competência e trajetória. Tudo porque “a gente não quer que pareça que queremos aparecer”.

Mas será que a gente não deveria “aparecer” mais? Será que a gente não deveria se empenhar mais para marcar presença, para fazer conhecidos os nossos planos, sonhos, as nossas iniciativas empreendedoras, que agregam valor à vida de tantas pessoas? Mulheres da Serra Gaúcha, nós precisamos aparecer! Nesse sentido, o que dizer de um evento como o desfile promovido pela marca caxiense Pole Modas? Um show! As empreendedoras visionárias deram palco para cerca de 90 mulheres, mães e filhas da nossa comunidade, de diversos perfis, faixas etárias e biotipos, proporcionando um show de beleza, de genuinidade (eis que são “modelos reais” e, antes disso, pessoas especiais), e de glamour.

Diante de um público de quase 500 pessoas elas desfilaram, mostrando, mais que as roupas da loja, toda a sua personalidade. A ação vem de encontro a campanha da marca, fomentando a #sororidade entre as mulheres poderosas da nossa Região (e que mulher não é poderosa, se assim o quiser?). É disso que precisamos. Precisamos que os bons “apareçam”. Como sabiamente disse Martin Luther King, “O que preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”... E você? Será que não está precisando aparecer mais? Se fazer mais bonita, mais corajosa, mais forte, mais influente? Apareça!

Embarque na energia dessas mulheres, na vibração dessa campanha! Ocupe o seu lugar na sua casa, na sua comunidade, na cidade, na região. Ocupê-o com beleza, com sabedoria, com propriedade e, sem medo de “aparecer”. Quem sabe o bem que você estará fazendo a todos aqueles que em ti se espelham e motivam para prosseguir? A beleza, o bem e a garra, são lindos e devem ser mostrados. Devem ganhar visibilidade, notoriedade e poder. Isso tudo a mulher da Serra Gaúcha tem, e de sobra. Confira você mesmo, contemplando o espetáculo que as fotos (de Julio Soares) exibidas a seguir, eternizam.

 

Texto | Caroline Pierosan