Menu

Arte & Cultura

07/04/2020

A Melhor Versão de Cada Pessoa

Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman Foto: Neison Hoffman

Sou Arquiteto e Engenheiro Civil por formação. Encontrei no mundo da fotografia, mais do que um hobby, uma paixão. A arquitetura, assim como a fotografia, é uma arte, uma forma de se expressar e uma maneira de traduzir sua visão do mundo, das pessoas e das coisas ao nosso redor. Minha trajetória na área começou despretensiosamente em 2009, quando, durante uma viajem aos Estados Unidos, comprei minha primeira câmera. Desde então, não parei de fotografar, estudar e me apaixonar cada ver mais por essa arte. Comecei fotografando as viagens com minha esposa ao redor do mundo, sempre buscando os melhores ângulos e formas de registrar nosso amor nos diferentes lugares que conhecemos.

A grande dificuldade em fotografar um casal, sendo você parte dele, é como estar em frente e atrás da câmera ao mesmo tempo. Acabei desenvolvendo técnicas para poder realizar nossas fotografias, que foram se aprimorando com cada foto que fazíamos. A cada lugar que visitávamos, eu buscava referências de imagens e tentava reproduzi-las com a minha visão, colocando nossa personalidade. Comecei a notar que elas ficavam cada vez melhores. Eram pequenos detalhes, que estavam me tornando um fotógrafo melhor.

Então, em 2017, comecei a me inspirar e aprofundar na fotografia feminina, um tipo de trabalho mais delicado e que exige uma sensibilidade mais apurada. Uma das motivações para entrar nessa área foi, também, a possibilidade de poder trabalhar sozinho, ou seja, o profissional e a modelo. Não depender de equipes facilita o processo, e torna a fotografia mais íntima. A intimidade e a confiança, nesse tipo de fotografia, são extremamente importantes, pois possibilitam aprofundar a conexão e em alguns momentos fotografar a personalidade da modelo, ajudando na buscar de um “eu” que nem sempre é exposto aos olhares do dia a dia. Busco assim, trazer a tona a melhor versão de cada pessoa que passa pelas minhas lentes.

 

Neison Hoffman