Menu

Elas

16/12/2020

Obstinação

Dizia para mim mesmo: quando crescer, quero ser igual ao meu pai, quero ter meu negócio, quero prosperar!

"Dizem que é importante sabermos aonde queremos chegar, mas mais importante que isso, é aproveitar o caminho até lá" (Cristiano Risson)

 

Farroupilhense de origem, gaúcho de coração e filho do empreendedor Aldo Risson e de Geni Kolcenti Risson. Empreender está nas minhas veias e origens. Desde que entrei no mercado de trabalho, tinha um sonho: ter o meu próprio negócio. Aluno de boas notas na escola, formado em escola pública e graduado em Administração, trabalhei desde cedo com meus pais, que tinham um atelier de costura de calçados. Trabalhar com a família requer um jogo de cintura muito preciso. Todo assunto norteava o trabalho, do café da manhã ao jantar. Sempre mantive muito respeito aos meus pais e hoje vejo a tamanha dedicação que tiveram para me proporcionar uma formação superior. Sempre me mostraram por meio das árduas dificuldades que tiveram em suas infâncias, o quanto eu deveria ser comprometido comigo mesmo caso desejasse ter um futuro melhor. E assim o fiz! Desde sempre tive uma boa convivência com dois grandes líderes, em uma empresa que chegou a gerar até 40 empregos diretos.

Isso fazia meus olhos brilharem! Dizia para mim mesmo: quando crescer, quero ser igual ao meu pai, quero ter meu negócio, quero prosperar! A batalha foi longa, trabalhei dos meus 15 anos até os 25 anos na empresa, quando, por uma questão mercadológica, tivemos que encerrar as atividades. Logo em seguida iniciei minhas atividades nas Lojas Colombo, onde tive experiência em várias áreas. Comecei a aprender mais sobre o mundo das vendas, negócios, serviços e gestão de pessoas. Tive a oportunidade de trabalhar com grandes profissionais, capacitados, inteligentes e estratégicos tomadores de decisões além do privilégio de conviver com o empresário Adelino Colombo. Que visão de negócios pude aprender com este grande homem! 

Finalizei minha faculdade e iniciei minhas atividades no MBA em Gestão Comercial pela FGV, a melhor escola focada em business. Era a mais cara também! Eu comprometia praticamente 60% da minha renda para pagar a especialização. O esforço era grande, os recursos eram poucos! Busquei ampliar meu networking com profissionais dos mais altos gabaritos que conheci, desde professores a colegas de classe. Tinha uma certeza: estava no caminho certo e tudo era questão de tempo para acontecer. Estipulei que se em dois anos não conquistasse um cargo de gestão, me demitiria e abriria meu negócio. Passei a almejar com maior intensidade minha meta. 

Busquei, me planejei financeiramente, mas tudo que eu pesquisava e tinha intenção de abrir requeria um investimento alto, que eu não possuía. Foi então que tive a ideia de prestar algum serviço, no qual eu pudesse colocar em prática todo meu conhecimento, mas que não necessitasse de um investimento alto. Ao estudar os diferentes modelos de negócios, pude perceber que o mercado imobiliário aqui da cidade era algo que oferecia muita oportunidade em virtude da forma de atuação. No final de 2017 rompi meu contrato de trabalho com a Lojas Colombo e passei a me preparar para, em 2018, iniciar minha atividade no mercado. 

Sem nunca ter atuado no mundo das vendas de forma direta, os desafios foram grandes. Mas eu tinha o propósito de trazer um novo modelo de negócios para este mercado e me tornar referência. Ter um ambiente moderno, oferecer um atendimento personalizado, e principalmente, ser referência em tecnologia. O mundo atual pede, grita, clama, que você seja eficiente em seu negócio, e que a tecnologia seja aliada ao atendimento humanizado e personalizado. Foi colocando tudo isso em prática, com uma comunicação moderna e com alta tecnologia (somos referência nisso, a única Imobiliária a oferecer visita em 360 graus com navegação virtual na cidade), atendimento de alta qualidade e o ambiente mais moderno de Farroupilha, que as coisas começaram a acontecer. 

Em maio de 2019, um ano e meio depois de estar atuando no mercado, surge a Casa On. O nome veio de encontro com o que eu buscava para o negócio, ser On, estar On na vida dos nossos clientes, e ter multicanalidade. Atualmente, a Casa On conta com seis profissionais altamente qualificados e capacitados para atendimento das vendas, sendo uma das pessoas responsável por todo trâmite burocrático e quatro Corretores de Imóveis. Além disso, temos um Corretor de Consórcios, e também, além de atuar na gestão destas duas frentes de serviços, atuo como gestor administrativo e comercial de uma Incorporadora.

Amante de uma boa culinária (um dos ramos que ainda pretendo empreender em um futuro próximo), mantenho minha religiosidade sempre em dia com muitas idas a Caravaggio para agradecer e também, procuro proporcionar espaço para a família e para a namorada, Dra. Bruna Razzera Dall Osbel, a pessoa com quem eu divido os anseios, dificuldades, alegrias e os bons momentos de lazer e descanso. Este sou eu, Cristiano Risson, um cara simples, de bem com a vida, que pretende ser pai, construir uma família, ter muitos amigos, e principalmente ser feliz. Dizem que é importante sabermos aonde queremos chegar, mas mais importante que isso, é aproveitar o caminho até lá.