Menu

BIO

A recuperação do sorriso

Entenda as vantagens da moderna técnica de implantes imediatos para voltar a sorrir com rapidez e segurança    

O grande diferencial do implante imediato é a ser realizado em etapa única de tratamento

O sorriso é a expressão mais sincera de felicidade, uma demonstração de sentimentos e emoções. Porém, mais do que isso, o sorriso é um dos representantes da saúde bucal. Dentes saudáveis e a harmonia estética do sorriso são capazes de transformar o dia a dia das pessoas.

Os benefícios da saúde em dia, com um sorriso completo, além de físicos, permitindo a mastigação correta e devolvendo a funcionalidade da boca, envolvem ainda questões emocionais e psicológicas. Muitas pessoas recuperam a autoestima que haviam perdido devido à falta de dentes ou uso de próteses removíveis. Os tratamentos para a reabilitação do sorriso evoluíram muito nos últimos anos, apropriando-se de tecnologias que permitem a inserção do implante e do dente em apenas um dia.

 Caso seja necessário para o paciente a extração de um dente, seja por cárie muito extensa, mobilidade por doença periodontal, fratura da raiz ou qualquer outro fator, e ele possuir o mínimo de estrutura óssea que permita a ancoragem, ele pode se submeter a um implante imediato. Esta é considerada uma das técnicas mais modernas para voltar a sorrir com segurança e agilidade.  Contudo, o diagnóstico para utilizá-la somente pode ser definido por um profissional, que verifica todas as possibilidades e implicações do caso. “Os implantes dentários são aparatos de titânio, semelhantes a parafusos, que substituem a raiz de um dente perdido. Chamamos de "implante imediato" quando inserimos um implante no mesmo momento da exodontia, ou seja,  da extração do dente”, explica a cirurgiã-dentista Ariádene Pértile Rosa.

Conforme menciona a profissional, a diferença entre um implante imediato e um convencional está nas técnicas utilizadas para a instalação do mesmo e o tempo necessário para o tratamento. “Enquanto um implante convencional necessita, em média, de três meses para a realização de cada etapa, o implante imediato exige apenas um dia na maioria dos casos”, comenta a cirurgiã-dentista. Além disso, a instalação da carga imediata, ou seja, do dente provisório, pode ser feita no mesmo dia. Estes procedimentos, além de menos invasivos, garantem conforto aos pacientes, que buscam voltar a sorrir com segurança.

Para quem são indicados os implantes imediatos?

Os implantes imediatos são indicados para qualquer perfil de paciente que apresente um dente condenado, mas que ainda não tenha realizado a extração do dente. A principal vantagem é exatamente poupar o paciente de submeter-se a dois procedimentos cirúrgicos, a exodontia e a instalação do implante. Desta forma, além de mais confortável e rápido, o procedimento torna-se economicamente favorável.

O pré-requisito para realizar o tratamento é apresentar o mínimo de estrutura óssea que consiga ancorar o implante instalado, pois ele deve se manter firme. De acordo com Rosa, “logo após a extração do dente, é realizada a limpeza do alvéolo (espaço ósseo antes ocupado pela raiz), seguida de uma preparação desse espaço com uma técnica específica, que priorize a boa estabilidade do implante”. Somente após isso, o implante é inserido para substituir a raiz do dente, combinado com a técnica de carga imediata, para instalação da prótese unitária ou múltipla.

A técnica de instalação de um implante em uma área onde já não há mais o dente é totalmente diferente do procedimento em uma área onde o mesmo está condenado, mas permanece presente. Como explica Rosa, “quando ainda existe o dente, é  preciso utilizar uma técnica muito conservadora no momento da extração, para preservar ao máximo as estruturas adjacentes como os ossos, a gengiva e raízes dos dentes vizinhos”. Além disso, se faz necessário o uso de uma técnica muito delicada e precisa no momento da instalação do implante, para que ele se acomode corretamente na região do alvéolo ósseo, onde antes havia a raiz do dente extraído.

Durabilidade

Um implante imediato tem a mesma durabilidade de um implante convencional, dependendo dos cuidados do procedimento cirúrgico e do paciente. O risco de perder um implante é o mesmo de perder um dente. Segundo Rosa, a durabilidade está relacionada com colaboração do paciente quanto aos cuidados com a higiene bucal e mastigação. “A sobrecarga mastigatória pode danificar dentes e implantes, por exemplo”, afirma a profissional. Ou seja, os cuidados de mastigação devem ser os mesmos para dentes naturais e implantes.

Outro fator que pode interferir na durabilidade do implante é o encaixe da mordida, chamado de oclusão. Se houver oclusão inadequada, pode ocorrer a sobrecarga do implante. Além de prejudicar os dentes, ela pode provocar dores de cabeça, desconforto e problemas na fala.

“Para uma boa manutenção do implante é preciso ter cuidado com a saúde em geral, além da atenção com a  higiene bucal, e a mastigação”, reforça Rosa. A visita regular ao dentista para realizar o acompanhamento também é fundamental para verificar a saúde bucal e trabalhar na prevenção de periodontites (inflamações da gengiva), que podem levar à perda do implante. Os cuidados com a saúde bucal podem garantir um sorriso confiante por muitos anos.

 

TECNOLOGIA
As tecnologias utilizadas para realizar o procedimento de inserção do implante imediato, desde o seu diagnóstico, são:
Tomografia Computadorizada: garante maior precisão no diagnóstico, além de servir como base para uma cirurgia guiada;
Guia Cirúrgico: possibilita uma instalação minimamente invasiva do implante imediato, com recuperação mais rápida para o paciente;
Cirurgia Guiada pelo Computador: permite a exatidão na instalação do implante;
Sedação ou Anestesia Geral: traz mais conforto ao paciente durante o procedimento;
Motores de instalação de implantes com alta precisão: funcionam para garantir a instalação perfeita, de acordo com o previsto;
Implantes produzidos com materiais selecionados: escolhidos a partir de pesquisa científica e estudos de longo prazo, feitos com matéria-prima de alta qualidade.