Menu

Ambiente

Cidades Sustentáveis

O LED é um dos pilares de sustentabilidade para as cidades do futuro

"Com o uso do LED podemos atingir a redução de 50 à 70% na demanda de energia elétrica se compararmos com outras tecnologias" "Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, nos locais que receberam a nova iluminação, a queda no índice dos roubos chega a 63%" "As LEDS são limpas. São poderosas aliadas na redução de consumo de energia, não emitem dióxido de carbono e seu descarte é totalmente ecológico"

Karyne Weber Vargas - karyne@ledluxor.com.br

 

O conceito de cidades sustentáveis diz respeito à adesão dos municípios a estratégias que visam transformar os ambientes naturais (como praças e parques), e também os construídos (como ruas, vias e rodovias), adequando-os ao conceito de sustentabilidade. Por sustentabilidade, consideramos ações e atividades que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material, sem destruir o meio ambiente, valendo-se dos recursos naturais e tecnológicos de forma inteligente, para que as próximas gerações possam usufruir e dar continuidade.

É nesse contexto que a iluminação de vias em LED surge como uma aliada para uma redução significativa no consumo de energia das cidades. Com o uso do LED podemos atingir a redução de 50 à 70% na demanda de energia elétrica se compararmos com outras tecnologias. Considerando que a energia no Brasil corresponde ao segundo maior gasto público, conforme os dados da Eletrobrás, o governo já vem investindo em iluminação de baixo custo, procurando alternativas que ofereçam segurança, economia energética e potente fluxo luminoso. No Brasil, capitais como Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro, já substituíram boa parte de suas antigas lâmpadas amarelas, de vapor de sódio, por LEDs. O interesse das cidades pelo recurso está aumentando exponencialmente, pois o consumo contratado pelos municípios de suas respectivas concessionárias de energia é fixo e, na grande maioria das cidades, já está sendo utilizado em sua totalidade. Entretanto as cidades não param de crescer, e a demanda de novos pontos de iluminação é praticamente diária. Isso seria um indicativo positivo, porém é o que mais deixa os prefeitos de “cabelo em pé”. Eles não podem aumentar esta conta que suga grande parte de suas receitas. Então, como resolver este problema?

É neste cenário que entram as luminárias em LED. Assim que as trocas acontecem, ocorre um “respiro”, um grande alívio no consumo das redes. A conta diminui e novas instalações podem voltar aos projetos de infraestrutura. Todos buscam a economia gerada pelo LED mas, também, todos os outros benefícios que o retrofit pode proporcionar. O diodo emissor de luz possui potência luminosa com alcance ainda maior que as tradicionais fontes de luz, além de brilho intenso, provocando sensação de comodidade. Também é apropriado para oferecer efeitos decorativos de ruas e avenidas. Sua principal característica positiva é a luz fria e intensa que auxilia na plena visualização. Além de oferecer mais beleza às cidades, a iluminação em LED permite que um local se torne mais seguro durante a noite, oferecendo mais tranquilidade para que as pessoas aproveitem a beleza do ambiente urbano. O efeito é imediato em relação a segurança das vias e espaços públicos contemplados com a nova tecnologia. O fato do local estar “melhor iluminado” traz imediata sensação de segurança. Quando a população se sente segura, aproveita muito mais os locais de convívio. Segundo dados levantados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do estado de São Paulo, nos locais que receberam a nova iluminação, a queda no índice dos roubos chega a 63%.

Para os motoristas e pedestres a sensação de segurança aumenta consideravelmente, acidentes por falta de visão, visão turva ou sombreamento, até mesmo por “falta de atenção”, são evitados com a nova iluminação. Esta “sensação” é comprovada pela ciência pois nosso cérebro, quando submetido a intensidades luminosas combinadas com cores frias (conhecida luz branca), ativa um alerta e todo nosso sistema passa a agir com mais atenção. A visão humana é capaz de se adaptar às diferenças de temperatura da cor da luz, pois o cérebro as processa e as interpreta. Assim projetos de iluminação inteligentes podem evitar muitas tragédias no trânsito. Além de todos os benefícios já citados, na contramão de emissão nociva de CO2 que as lâmpadas de vapores de sódio e mercúrio causam, as LEDS são limpas. São poderosas aliadas na redução de consumo de energia, não emitem dióxido de carbono e seu descarte é totalmente ecológico. Temos uma grande opção em nossas mãos!