Menu

Ambiente

Centro Empresarial de Flores da Cunha inaugura o Casulo Espaço Criativo

O espaço tem a missão de transformar a cultura da inovação promovendo um novo modo de pensar   

O Casulo Espaço Criativo é uma estrutura diferenciada, muito similar a um coworking, que servirá para treinamentos, reuniões, workshops, bate-papo e outras atividades O ambiente é inspirado no pavilhão projetado pelo artista americano Matthew Barney no Museu Inhotim As arquitetas Deisy Rigotto e Vicenza Gelain Veadrigo, responsáveis pelo projeto de interior tiveram o cuidado de refletir o propósito do Casulo em seu conceito O ambiente dispõe de mobiliário e estofados modernos e coloridos, cafeteria, tela de projeção de 150 polegadas e sistema de iluminação automatizado, que possibilita, com apenas um toque, criar cenários programados Tudo isso com vista para a área verde que cerca a entidade, localizada a 2,5 km do centro da cidade A sala de 140 metros quadrados tem capacidade para 85 pessoas sentadas

O Casulo Espaço Criativo é uma estrutura diferenciada, muito similar a um coworking, que servirá para treinamentos, reuniões, workshops, bate-papo e outras atividades que possam despertar a criatividade além de fomentar o lançamento de projetos inovadores. O ambiente é inspirado no pavilhão projetado pelo artista americano Matthew Barney no Museu Inhotim. As arquitetas Deisy Rigotto e Vicenza Gelain Veadrigo, responsáveis pelo projeto de interior tiveram o cuidado de refletir o propósito do Casulo em seu conceito. A sala de 140 metros quadrados tem capacidade para 85 pessoas sentadas. O ambiente dispõe de mobiliário e estofados modernos e coloridos, cafeteria, tela de projeção de 150 polegadas e sistema de iluminação automatizado, que possibilita, com apenas um toque, criar cenários programados. Tudo isso com vista para a área verde que cerca a entidade, localizada a 2,5 km do centro da cidade. “O espaço foi inteiramente pensado de forma a permitir a interatividade e dar asas à inventividade de quem ali estará. É um ambiente coletivo que visa proporcionar relacionamentos e troca de experiência, por isso projetamos um local com dinamismo de layout e possibilidade de integração com outros espaços do CE”, explica Vicenza.

A Sala de Inovação do CE nasceu do cruzamento de visões do Comitê de Inovação, criado na gestão do presidente Tiago Paviani,  e dos gestores da entidade, que tem como atual presidente o empresário Alessandro Cavagnolli. A ideia ganhou força após a realização de inúmeras ações de engajamento em práticas inovadoras junto à comunidade local, ao longo dos dois últimos anos. “Uma série de workshops realizados dentro e fora da entidade para coleta de dados e pesquisas aplicadas com empreendedores, jovens, sócios e não sócios do CE, professores e pessoas envolvidas com inovação, design e indústria criativa identificaram a necessidade de um espaço aberto destinado à exploração do conhecimento, à troca de informações e ao desenvolvimento de práticas criativas que transformem as organizações e a comunidade”, explica Cavagnolli. “Esperamos que a Sala de Inovação sirva como agente de transformação e mudança de mentalidade das visões e conhecimentos de cada frequentador”, pontua o presidente da entidade.

Em sua trajetória de 29 anos, o Centro Empresarial de Flores da Cunha conquistou o posto de uma das entidades sem fins lucrativos mais expressivas da região da Serra Gaúcha. Os mais de 1.200 associados representam os segmentos da indústria, comércio e serviços de pequeno, médio e grande porte que recebem o suporte das Câmaras, Comitês e Núcleos Setoriais. A troca de informações, as capacitações, a qualificação das empresas associadas e a ampla estrutura, somadas à gama de serviços e produtos oferecidos, são resultado desse progresso. Em 2017, a entidade foi “case de sucesso” no tradicional congresso promovido pela Federasul.  Com o tema ‘Planejar, capacitar e evoluir: um horizonte de oportunidades’, o CE mostrou o trabalho desenvolvido pelas Câmaras, Comitês e Núcleos Setoriais, por meio do Planejamento Estratégico, e com isso a evolução dos números de associados e da quantidade de pessoas que saem capacitadas.