Menu

Carolina Pescador

29/10/2019

Poderes Felinos

Enquanto, aparentemente, faz ?vários nadas?, seu gato realiza o trabalho mais pesado da casa: limpeza energética

"Gatos são protetores energéticos. Eles têm o poder de eliminar a energia negativa acumulada em nosso corpo e limpar energeticamente a casa onde vivem"

Seu gato dorme por muitas horas, fica longos períodos em cantos estranhos, escolhe as mais desajeitadas partes do seu corpo para se acomodar, tem o ?não fazer nada? como principal atividade do dia? Primeiramente, ele é um gato típico. Mas, enquanto você o observa como uma figura pacata, sedentária, preguiçosa, ele está realizando um dos trabalhos mais importantes da casa: transformando energia negativa, inclusive a sua, em boas vibrações. Gatos são protetores energéticos. Eles têm o poder de eliminar a energia negativa acumulada em nosso corpo e limpar energeticamente a casa onde vivem. Segundo o livroA Mitologia dos Gatos, de Gerald & Loretta Hausman, ?os gatos têm muito quartzo na glândula pineal, portanto, são transmutadores de energia e animais úteis para cura?. Diariamente, lidamos com sentimentos diversos, muitos deles, com impacto negativo sobre a nossa energia. Ódio, inveja, estresse, angústia? Ao fim do dia, levamos tudo isso para casa. Se um gato nos espera ao chegarmos, ainda que possa não demonstrar sua alegria em ver seu dono, fica mais fácil livrar-se dessa bagagem. Os felinos absorvem essa carga e nos deixam energeticamente mais leves. A transmutação de energia geralmente ocorre enquanto dormimos. Faz muito sentido que os gatos prefiram dividir a cama com os humanos? E é também durante o próprio repouso que eles descarregam a energia absorvida: note que é justo que durmam bem mais do que seus donos, a quem prestam esse serviço de limpar ?tudo o que há de ruim?.

Trabalho Demais

Quando chega um visitante, e os gatos sentem que essa pessoa está trazendo algo ruim, costumam cercar seus tutores a fim de protegê-los. A meta é sempre deixar seus humanos o mais leves possível energeticamente. Mas, nem sempre, eles dão conta do trabalho. Pessoas excessivamente estressadas, ou energeticamente ?pesadas?, dão mais trabalho aos felinos. Às vezes, eles não têm tempo suficiente para liberar toda a energia ruim que absorvem. A consequência de não conseguirem realizar a autolimpeza é física: energia negativa acumulada pode se transformar em excesso de gordura. O sobrepeso, característica comum no universo felino, nem sempre vem do exagero de comida ou do sedentarismo. A limpeza energética pode ser inviável também pela desproporção entre o número de gatos e de pessoas na família: muita gente trazendo energia negativa da rua e pouco poder felino para consertar as pessoas e arrumar a casa. Família grande? Adote mais gatos!

Direto ao Ponto

Pelo menos em assunto de energia, seu gato é mais talentoso do que você. Quando ele insiste em se deitar em alguma parte do nosso corpo, significa que essa área, por mais inadequada que seja (na função de cama para ele), precisa de atenção especial, está com algum problema ou tem chance de adoecer. Nos ambientes, os bichanos têm a mesma precisão para escolher os espaços que estão precisando de uma faxina energética. Seu gato está lá deitado em um canto estranho da casa, dormindo ou olhando para o nada, como eles são especialistas em fazer? Deixe-o lá! É possível que aquele lugar esteja mantendo energia estagnada, precisando ser transformada ou colocada em movimento. Fique tranquilo que, quando terminar o trabalho, ele voltará para as suas atividades cotidianas, ou seja, dormir ou não fazer nada em outro lugar.

Há ótimos motivos para adotar um gato. E, às vezes, ainda que não se busque, o ?motivo? aparece na porta. Tantos vizinhos na sua rua e um gato sem dono escolheu justamente a sua casa para chamar de lar? Adote! A escolha dele pode ser um sinal de que você precisa dessa ajuda nesse momento em particular. Preocupe-se em atender bem o hóspede. Se não houver espaço para ele ali ? cachorros, outros gatos, outras razões ? dedique-se a encontrar-lhe um novo lar.