Menu

Adriana Schio

Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Big Data

6º Innovation Day debate a conexão entre as novas tecnologias

Palestras na UCS reuniram 440 pessoas (foto: Jonas Rosa) Palestra de Osvaldo Cesar Carrijo, presidente do Brain (foto: Jonas Rosa) Emílio Andreazza,  Secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego de Caxias do Sul (foto:Jonas Rosa) Painel com todos os palestrantes no encerramento do evento (fotos: Jonas Rosa) Pronunciamento de Thiarlei Macedo, presidente do Trino Polo (fotos: Jonas Rosa) Palestra de Sergio Gama, senior developer advocate leader for Latin America da IBM (fotos: Jonas Rosa) Palestra de Diego Almeida, diretor de desenvolvimento de negócios da Gartner (foto: Jonas Rosa) Palestra de Giovanni Comunello Jr, da IT Invent (fotos: Jonas Rosa) Reunião-almoço teve casa cheia (fotos: Jonas Rosa) Distribuição da NOI aos participantes (fotos: Jonas Rosa)

“A convergência de internet das coisas (IOT), inteligência artificial (IA) e big data influenciando os resultados dos negócios” foi o tema central do 6º Innovation Day, promovido pelo Trino Polo, nos dias 16 e 17 de agosto. As palestras de abertura, realizadas na Universidade de Caxias do Sul (UCS), contaram com 440 participantes, enquanto os dois minicursos, sobre inteligência artificial (ministrado por Sergio Gama, da IBM) e gestão de times inovadores (ministrado por Alexandre Tessari, da Aliar Consultoria), foram acompanhados por 25 participantes cada. A reunião-almoço também teve casa cheia e os workshops realizados na tarde do dia 17, no auditório da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), contaram com a presença de mais de 200 pessoas, confirmando a força do evento, já consolidado na Serra Gaúcha.

Em seu pronunciamento de abertura do evento, Thiarlei Macedo, presidente do Trino Polo, enfatizou a importância da mobilização do setor para a construção de um ecossistema de inovação na região. “Precisamos reter nossos talentos aqui. Faço um convite para olharem com atenção para a área de Tecnologia da Informação. Tem muitas oportunidades nesse mercado. Temos muita coisa ainda para construir em Caxias do Sul e na região. Não podemos esperar pelo governo ou pelas grandes empresas. Precisamos nos mobilizar, nos unir, nos fortalecer e fazer a nossa parte”, convocou. O 6º Innovation Day trouxe diversas palestras com foco na conexão entre IOT, IA e big data – tecnologias e ferramentas cada vez mais presentes no nosso dia a dia, juntamente com a apresentação de cases para exemplificar o uso dessas soluções no cotidiano e como as empresas encontraram oportunidades para desenvolver soluções que buscam sanar a “dor” dos seus públicos e mercados.

 

Todos os participantes do 6º Innovation Day receberam um exemplar da última edição da revista NOI.

 

Highlights apresentados pelos palestrantes do evento:

 

“Nenhuma empresa madura consegue ser disruptiva com o seu modelo de negócio, com o que vem dando certo. Sabendo disso, a Algar criou o Brain, uma unidade separada da empresa voltada à inovação, porque acredita que um departamento dentro da empresa só consegue atuar em melhorias e inovações incrementais. Não queremos promover pensamentos e ideias disruptivas. Acreditamos no conceito do open innovation, na inovação aberta vinda de fora” (Osvaldo Cesar Carrijo, presidente do Brain – Centro de Inovação em Negócios Digitais da Algar Telecom)

“A inteligência artificial não está nem perto ainda da inteligência humana. Quando se fala em IA já se pensa em robô. Isso é percepção. A realidade hoje é que IA é a Alexia, o Facebook, o Linkedin, o Netflix... Vivemos hoje rodeados de inteligência artificial. Mas não faz sentido inteligência artificial sem big data. A IA é uma ferramenta para manipular os milhões de dados que dispomos” (Sergio Gama, senior developer advocate leader for Latin America da IBM)

“Internet das coisas é um conceito, não é um produto sozinho. A correta formulação e aplicação de um sistema baseado na internet das coisas é algo trabalhoso e exige a colaboração de muitas engrenagens. Quando pronta, no entanto, a ferramenta pode auxiliar no cotidiano e inclusive prever problemas antes que eles possam acontecer. Na Gartner, ajudamos pessoas importantes a tomar decisões estratégicas com as soluções que desenvolvemos. Ser inovador é fazer algo que a sua empresa precisa e o seu cliente também. Portanto, simplifique. Comece com coisas menores e que tragam resultados mais rápidos. Aja com rapidez e comece a sua jornada agora” (Diego Almeida, diretor de desenvolvimento de negócios da Gartner)

“Oportunidades não surgem. É você quem as cria” (Luciano Canal, ao apresentar o case Smart Knives - sistema de gestão de facas para frigoríficos -  da Mundial)

“Precisamos de cultura analítica nas organizações. Quando uma empresa conhece seus dados, ela se diferencia da concorrência. Porque aquilo que não se pode medir, não se pode melhorar. Isso é big data: volume, variedade, velocidade, veracidade e valor” (Mine Caxeiro, da N1N3 Data Science)

“Os robôs irão substituir o homem em atividades que exigem mais acuracidade e mais informações. Nisso a máquina é melhor que o ser humano. Mas tem um uma máxima na tecnologia que diz que você não será substituído por um robô, mas por alguém que entenda como trabalhar com ele” (Grasiela Tesser, da NL Informática e CEO do Cake)